segunda-feira, 2 de julho de 2012

ÁLCOOL – VERDADES E MENTIRAS


 Álcool é cercado de mito. 
Veja aqui o que está comprovado e o que é falsa impressão.

Beber melhora o desempenho sexual.
Mentira.
A bebida aumenta o desejo, mas estraga o desempenho dos homens. É fato que o álcool diminui inibições, inclusive as sexuais. Mas também faz cair a produção do hormônio masculino, a testosterona.

Tomar café ou banho gelado ajuda a ficar sóbrio.
Mentira.
É o fígado que metaboliza (transforma em outras substâncias) o álcool na corrente sangüínea. Nem café nem água gelada apressam o funcionamento dele.

Comer antes de beber, ou durante, diminui o efeito do álcool.
Verdade.
Isso acontece porque a própria comida, quando encontra o álcool no estômago, absorve parte da substância. Evita que ele passe ao intestino delgado e, dali, chegue ao cérebro pela corrente sangüínea.

Misturar bebidas deixa o sujeito mais bêbado.
Mentira.
O que deixa o indivíduo mais embriagado é a quantidade de álcool que ingeriu, não o tipo de bebida. Tomar bebidas de sabores diferentes, uma em seguida à outra, pode deixar o beberrão apenas mais enjoado porque os diferentes sabores geralmente não combinam. O cérebro não tem como saber se o álcool que chega a ele é de um licor ou de um uísque.

Mulher grávida não pode beber.
Verdade.
O álcool causa vários danos ao feto: retardamento mental, anormalidades orgânicas e problemas de aprendizado no futuro. Não se sabe exatamente a partir de qual quantidade de álcool esses efeitos nocivos aparecem. Por isso, o melhor é não arriscar.
Fontes: Universidade da Carolina do Norte (EUA) e Instituto Nacional de Alcoolismo e Instituto Nacional de Alcoolismo e Abuso de Álcool dos EUA
Jorleyda

Nenhum comentário:

Postar um comentário